Supervisores de entrada - Trabalho em espaço confinado - NR 33

Reciclagem

Objetivo

Capacitar os trabalhadores que interagem direta ou indiretamente em espaços confinados, sobre o reconhecimento, avaliação, monitoramento e controle dos riscos existentes, de forma a garantir permanentemente a sua segurança e saúde nestes espaços.

Público alvo

Colaboradores que atuam direta ou indiretamente em espações confinados; demais interessados ou profissionais da área de segurança do trabalho.

Conteúdo

  • Definições;
  • Reconhecimento, avaliação e controle de riscos;
  • Funcionamento de equipamentos utilizados;
  • Procedimentos e utilização da permissão de entrada e trabalho; e
  • Noções de resgate e primeiros socorros;
  • Identificação dos espaços confinados;
  • Critérios de indicação e uso de equipamentos para controle de riscos;
  • Conhecimentos sobre práticas seguras em espaços confinados;
  • Legislação de segurança e saúde no trabalho;
  • Programa de proteção respiratória;
  • Área classificada;
  • Operações de salvamento.

Certificado

Ao término dos treinamentos será emitido certificado para os participantes contendo o nome e assinatura do trabalhador, conteúdo programático, carga horária, data, local de realização do treinamento, nome e qualificação dos instrutores e assinatura do responsável técnico do treinamento. Será emitido um certificado para a empresa contratante, contendo as mesmas informações, incluindo a relação de participantes.

Obrigatoriedade Legal

NR 33 – Segurança e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados

Item 33.3.5.1 É vedada a designação para trabalhos em espaços confinados sem a prévia capacitação do trabalhador.

Item 33.3.5.3 Todos os trabalhadores autorizados, Vigias e Supervisores de Entrada devem receber capacitação periódica a cada 12 meses, com carga horária mínima de 8 horas.

Item 33.3.5.6 Todos os Supervisores de Entrada devem receber capacitação específica, com carga horária mínima de quarenta horas para a capacitação inicial.